4 de mai de 2018

Rolê pela Estrada de Serviço da Imigrantes.

Fala povo que anda DiMotoca!!

Esse review é de um rolê que fiz há um tempinho com minha esposa e um casal de amigos. Resolvemos entrar na estrada de serviço da Imigrantes. Não recomendamos que você faça isso, afinal é proibido, mas também por isso, você deve fazer, porque a estrada e as vistas são muito loucas.

Saiba mais sobre a estrada de serviço AQUI

Saímos de São Paulo perto da hora do almoço, com um sol escaldante. Fomos eu e minha esposa na minha Vulcan 900 e nossos amigos numa Marauder.



Descendo a pista da imigrantes logo chegamos no túnel que dá acesso a estrada. O tempo mudou completamente no caminho e chegamos com frio e garoa fina. 

Depois do túnel de acesso, parada para fotos e o início do rolê de verdade!

Desse lado não dava para vir. Passamos o portão e avançamos até onde não dava mais. 
Quanto mais entrávamos na mata, mais sinistro ficava o cenário, com trechos dignos de Silent Hill








Continuamos a percorrer a estrada até onde foi possível. Em um determinado ponto, a estrada se fechava e a presença de muito limo e folhas no piso molhado deixaram o trajeto muito inseguro para prosseguir. Voltamos de lá. 

Ainda há muito o que explorar nesses caminhos. Para quem quiser se aventurar, tome muito cuidado para não se perder. Salvar o mapa do google maps offline pode ajudar em caso de desespero, já que não pega internet lá. 

A polícia pode tentar atrapalhar seu rolê. Procure ir em dias sem muita vigilância. 

Ainda falta fazer a parte que desce e que estava interditada. Provavelmente mais à frente da entrada que pegamos, deve ter uma outra, depois do ponto de interdição. 

Rolê que vale muito a pena pelas paisagens e vistas que não conseguimos ver da pista expressa da Imigrantes, nem mesmo da pista da Anchieta. 

Boa viagem!!!